한국어 English 日本語 中文 Deutsch Español हिन्दी Tiếng Việt Português Войти
Регистрация

Войти

Добро пожаловать

Благодарим Вас за посещение сайта Церкви Бога Обшества Всемирной Миссии

Вы можете войти на сайт, чтобы получить доступ к информации, предназначенной только для членов сайта.
Войти
Логин
Пароль

Забыли пароль? / Регистрация

Южная Корея

Concerto de Conversa para as Contramedidas às Mudanças Climáticas do ASEZ 2018

  • Страна | Coreia do Sul
  • Дата | 22 ноября 2018
ⓒ 2018 WATV
Em outubro, Mami Mizutori, que é a representante especial do Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres (UNISDR), disse em um relatório: “[...] as perdas econômicas causadas pela extrema mudança climática é insustentável [...]” É por isso que os especialistas apontam que a comunidade internacional deve estar ativa para resolver os problemas ambientais.

No dia 22 de novembro, o “Concerto de Conversa para as Contramedidas às Mudanças Climáticas do ASEZ 2018” foi aberto na sala de seminário do Templo da Nova Jerusalém em Pangyo, na Coreia, com o fim de atrair atenção mundial às mudanças climáticas e compartilhar as opiniões e pontos de vista criativos dos universitários, os protagonistas da geração futura. Duberli Apolinar Rodriguez Tineo, juiz do Supremo Tribunal do Peru, que participou do Fórum Global do ASEZ realizado no Peru em outubro, visitou a Coreia para dar palestra. E cerca de 600 universitários do ASEZ (Voluntariado Universitário da Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial) da Coreia e do exterior como EUA, Rep. da África do Sul, Filipinas e Peru, compareceram ao local do evento.

No começo do evento, o Pastor Geral Kim Joo-cheol orou para que a bênção de Deus fosse derramada sobre os universitários que se esforçam para a terra criada por Deus voltar a ficar linda. E através das suas saudações de abertura ele os encorajou, dizendo: “Há 2.000 anos, através do sacrifício de um só homem, Jesus Cristo, o caminho da salvação foi aberto a toda a humanidade. Todas as ações de cada universitário que tem amor humanitário, entusiasmo ardente e intelectualidade semeados por Deus, tornarão a aldeia global mais bela e esperançosa”.

O tema do concerto de conversa era “Contramedidas às Mudanças Climáticas e o Papel das Universidades”. O juiz do Supremo Tribunal do Peru, Rodriguez, o ex-presidente do Supremo Tribunal de Justiça do Peru e atual embaixador ambiental da boa vontade da Organização dos Estados Americanos, apontou que os gases de efeito estufa é a principal causa das mudanças climáticas na sua palestra; a floresta amazônica, o pulmão do mundo, está sendo derrubada drasticamente e isso dificulta a redução de dióxido de carbono no ar, agravando o dano. E referindo aos exemplos dos países da América do Sul como Uruguai e Costa Rica, sugeriu a legislação para reduzir a emissão de dióxido do carbono e implementação de política em nível governamental. Ele disse detalhadamente sobre os planos de ação para os universitários: “Vocês devem se tornar os líderes que reduzem o uso de combustíveis fósseis e se esforçam para a pesquisa e o uso de energia nova e renovável”.

ⓒ 2018 WATV
Em seguida, a apresentação dos universitários foi realizada. Os membros do ASEZ dos EUA, Rep. da África do Sul e Peru apresentaram sobre os desastres climáticos como secas, ondas de calor e chuvas fortes, atividades de conscientização (seminários, fóruns, exposições e campanhas relacionadas) para resolver estes desastres e campanhas de limpeza ambiental em cooperação com organizações ambientais, explorando o papel dos universitários.

No local de evento adicional, os painéis foram exibidos, mostrando a gravidade das mudanças climáticas e apresentando as atividades do ASEZ. Os universitários assistiram às exibições e trocaram suas ideias escrevendo seus planos de ações, simples mas espirituosos, em um painel grande, como “Praticar coleta seletiva de lixo”, “Não deixe equipamentos em modo stand by. Vamos tirar o plugue da tomada, quando não usamos”, “Usar o transporte público e andar a pé”, “Usar várias camadas de roupa grossa”, “Assistir bem aula de engenharia ambiental” e “Terra, eu te amo! Eu, nós e o ASEZ, iremos te proteger”.

O irmão Alexander (San Diego, CA, EUA), que apresentou o tema “Questão da Geração do Milênio”, disse: “Os problemas ambientais que enfrentamos hoje não podem ser resolvidos apenas por indivíduos ou países, mas por todos juntos. Já que é importante compartilhar informações para descobrir qual é o problema e encontrar uma solução, eu queria transmitir uma mensagem aos universitários para juntar suas forças e agir”.

O ASEZ está realizando todo tipo de atividades para o futuro da humanidade e do meio ambiente da Terra com o amor da mãe que cuida de sua família. A comunidade internacional está prestando atenção no próximo passo do ASEZ que está expandindo suas atividades ao construir parcerias com a ONU, organizações governamentais e organizações internacionais.


Os membros do ASEZ participaram do evento do “Dia Internacional para a Tolerância” e fizeram discursos na sede das Nações Unidas.
Dia 16 de novembro é o “Dia Internacional para a Tolerância” instituído pela ONU. O objetivo do dia é abrir o caminho da paz e da convivência, respeitando e compreendendo um ao outro ultrapassando as barreiras da raça, gênero, origem, religião e deficiência.

Cerca de 100 membros do ASEZ participaram do evento “Creators for Change (Criadores para a Mudança)” coorganizado pela ONU e pelo YouTube em comemoração do Dia Internacional para a Tolerância deste ano que marca o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. No concurso preliminar do vídeo promocional da Declaração Universal dos Direitos Humanos para estudantes de 15 a 24 anos em todo o mundo, quatro obras excelentes foram selecionados e 750 universitários foram convidados para o evento, e os membros do ASEZ que exibiram o vídeo também foram convidados para o evento. O evento contou com a presença do Departamento de Informação Pública (DPI) da ONU, Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), funcionários do YouTube e produtores de vídeo.

A irmã Aurora Sainez, o membro do ASEZ (San Diego, CA, EUA), que era oradora na ordem de apresentação das obras excelentes, destacou a proibição de discriminação (artigo 2) e o direito de trabalhar livremente (artigo 23) da Declaração Universal dos Direitos Humanos através de um vídeo que ela e outros membros fizeram. “Revelar e educar sobre os problemas que temos, nos trarão mudança”, disse irmã Sainez. E apresentando os esforços do ASEZ para criar um mundo sem discriminação em termos de direitos humanos, bem-estar e meio ambiente, pediu aos participantes que trabalhassem juntos.


Вводное Видео Церкви Бога
CLOSE